Início » Top 10 das Melhores Séries Animadas da Marvel para assistir ainda hoje

Top 10 das Melhores Séries Animadas da Marvel para assistir ainda hoje

por aoseugosto
0 comentário

A série animada What If…? 2ª temporada está disponível no Disney Plus e recebeu ótimas críticas dos telespectadores. Mas sempre surge a pergunta: por que a Marvel produz tão poucas séries animadas em comparação com a DC?

Claro, as séries animadas não são o forte da Marvel, mas isso não significa que a Casa das Ideias não tenha tido algumas joias ao longo dos anos. Hoje vou listar as 10 melhores séries de anime de todos os tempos. Se você discordar da postagem, fique à vontade para postar sua lista completa nos comentários.

X-Men: A Série Animada


X-Men ainda é um dos melhores programas de animação de todos os tempos. O desenho animado de sucesso dos anos 90 apresentava histórias épicas, ação grandiosa e personagens bem desenvolvidos que eram fiéis aos seus homólogos dos quadrinhos. X-Men também abordou seus temas de preconceito e maus-tratos às minorias, sem nunca menosprezar o público, mesmo sabendo que era majoritariamente infanto-juvenil.

X-Men adaptou histórias icônicas para a telinha muito melhor do que suas contrapartes cinematográficas, com sua representação de Dias de um Futuro Esquecido claramente ofuscando a versão do cinema com largavantagem. Alguns de seus episódios se tornaram datados, é claro, mas ainda assim criou uma legião de fãs que tornou possível o vindouro retorno da série em X-Men 97.

 O Espetacular Homem-Aranha

O Espetacular Homem-Aranha
Muitos fãs do escalador de paredes aclamam O Espetacular Homem-Aranha como a versão definitiva do personagem. Essa série novamente colocou Peter Parker no ensino médio, com todo seu elenco clássico dos quadrinhos. Ele teve que conciliar a escola e sua vida pessoal com sua vocação heróica, e Parker muitas vezes teve dificuldades para fazer isso.

banner

Embora essas histórias sejam familiares, foi a execução tornou o Espetacular Homem-Aranha ótimo. A equipe criativa simplesmente não economizou em adaptar algumas das melhores histórias do Aranha, incluindo uma roupagem moderna e interessante para o Venom. O espetacular Homem-Aranha durou apenas 26 episódios, sendo outra série atrapalhada pela aquisição da Marvel pela Disney. Uma pena.

Homem-Aranha: A Série Animada


A versão dos anos 90 do Homem-Aranha tem um lugar no coração de muitos fãs. Para alguns, foi a primeira introdução ao Homem-Aranha e ao mundo da Marvel. Ao contrário de outras versões do cabeça-de-teia, que o apresentavam como estudante do ensino médio, Peter estava na faculdade em Homem-Aranha: A Série Animada. Isso pode ter tornado esta versão de Peter Parker menos identificável para os fãs mais jovens, mas permitiu novas histórias.

À medida que os fãs cresceram, muitos deles viram esta versão como a encarnação mais relacionável de Peter Parker. Mas tirando o véu da nostalgia, Homem-Aranha: A Série Animada não é perfeita. A animação envelheceu mal e se move em um ritmo tão rápido que pode parecer apressada. Dito isto, para sua época, a série contou com uma adaptação sólida, bons roteiros e retratou com eficácia o mundo complicado do Homem-Aranha.

Vingadores: Os Heróis Mais Poderosos da Terra


Existe uma razão pela qual os fãs da Marvel ainda pedem, dez anos depois de seu cancelamento, que a série Os Vingadores: Os Super-heróis Mais Poderosos da Terra retorne para uma terceira temporada. Uma verdadeira carta de amor para os fãs, nada se comparou ao trabalho e esmero da equipe de produção desde o seu cancelamento após a compra da Disney.

A série era o equivalente da Marvel à Liga da Justiça de Bruce Timm: um épico que reinventava heróis clássicos enquanto contava histórias retiradas diretamente dos quadrinhos. Infelizmente, durou apenas duas temporadas, sendo cancelada e substituída por uma outra série dos Vingadores que não tinha um terço de sua identidade e originalidade.

Wolverine e os X-Men

Wolverine e os X-Men foi uma série que colocou o mutante canadense no palco como líder da equipe. Depois que um ataque à Mansão X dissolveu a equipe, Wolverine reformou os X-Men para salvar o futuro. Criado pelos escritores de Thor: Ragnarok, Craig Kyle e Chris Yost, Wolverine e os X-Men apresentaram algumas das melhores histórias e desenvolvimento de personagens que os fãs já viram na franquia X-Men.

Wolverine e os X-Men foi um dos muitos programas que estavam indo ao ar justamente no momento em que a Disney comprou a Marvel. Como resultado, a série sofreu problemas financeiros e a Disney a cancelou após apenas uma temporada. Wolverine e os X-Men terminou em um momento de tensão, que provocava a chegada do vilão Apocalipse e uma adaptação animada do enredo da popular saga A Era do Apolipse. Infelizmente isso nos foi retirado.

What If…?

Homem de Ferro na 2ª temporada de What If
Já contando com duas temporadas, What If …? é precisamente o tipo de série que os fãs de quadrinhos sempre desejaram. A premissa é simples, com cada segmento inserindo diferentes variáveis em equações familiares da Marvel. Por exemplo, e se Peggy Carter tivesse recebido o soro do Super Soldado no lugar de Steve Rogers?

Outros episódios são mais estranhos, mas What If…? é construído sobre os processos multiversais emergentes no Universo Cinematográfico Marvel. A segunda temporada acabou de ir ao ar no Disney Plus, ampliando os limites para reviravoltas interessantes na história dos personagens, ao mesmo tempo que define o tom para o que está por vir na Fase Cinco.

X-Men Evolution

X-Men: Evolution trouxe versões adolescentes de heróis mutantes clássicos como Ciclope, Jean Grey, Lince Negra, Vampira e Noturno. Eles tentavam viver uma vida normal em uma escola local enquanto treinavam suas habilidades mutantes como os X-Men. Quando não estavam na escola, ajudavam o Professor X, Tempestade e Wolverine a salvar os mutantes.

X-Men: Evolution mostra sua idade quando assistimos hoje em dia, já que alguns dos diálogos lembram os melodramas adolescentse do final dos anos 90, mas isso também faz parte de seu charme. A animação se mantém surpreendentemente bonita e consistente para algo feito em 1999, e o elenco é extremamente carismático. Talvez sua contribuição mais reconhecida para a franquia X-Men tenha sido apresentar ao mundo a X-23, o clone feminino de Wolverine.

Homem-Aranha: Ação Sem Limites

O sucesso de desenhos animados como Batman do Futuro e séries de quadrinhos como Homem-Aranha 2099 levou a uma nova versão do escalador de paredes que foi ao ar na FoxKids em 1999. Servindo como o sucessor espiritual do desenho animado de sucesso do Homem-Aranha dos anos 90, “Homem-Aranha: Ação Sem Limites” deu ao personagem um traje de alta tecnologia e o transportou para um novo cenário futurista.

Peter Parker criou um novo traje nanotecnológico inspirado no design do Homem-Aranha 2099 para ajudá-lo em sua missão na Contra-Terra do Alto Evolucionário, povoada por seus Novos Homens Bestiais evoluídos. Essa série apresentou uma nova direção ousada para Peter Parker, bem como novas roupagens para os simbiontes Venom e Carnificina, além de um Duende Verde herói.

Homem-Aranha Ultimate


O estúdio Man of Action, de Ben 10, trabalhou com o co-criador de Ultimate Spider-Man, Brian Michael Bendis para trazer uma nova versão animada do cabeça-de-teia para o DisneyXD. Tivemos então um jovem Aranha trabalhando com Nick Fury e se unindo a versões adolescentes de Nova, Punho de Ferro, Luke Cage e Tigresa Branca para deter alguns dos maiores vilões da Marvel.

Homem-Aranha Ultimate conseguiu capturar tudo o que tornou o Homem-Aranha icônico. Ele contava piadas de mau gosto, enfrentava crises existenciais e precisava lidar com grandes responsabilidades. Embora o roteiro fosse fraco e infantil na maioria das vezes, ele ainda apresentava algumas das cenas mais bem animadas da Marvel na TV, levando a algumas sequências de ação e designs de personagens incríveis.

Guardiões da Galáxia


Guardiões da Galáxia apresentava a configuração básica do filme de 2014 e o mesmo elenco de personagens. A série tentava capturar capturou muito do que tornou os Guardiões personagens tão incríveis no cinema. O Senhor das Estrelas ainda era o adorável idiota com um coração de ouro, e Rocket ainda era um guaxinim mal-humorado.

Guardiões da Galáxia também mantinha o humor do cinema, levando a algumas cenas muito divertidas. Mesmo que o programa nunca tenha sido tão bom quanto os filmes, é difícil não gostar de uma série que tinha tanto coração e uma trilha sonora bem diversificada.

você pode gostar

Deixe um comentário

AO SEU GOSTO é um site online, actualizável a qualquer hora, acessível na Internet através do endereço www.aoseugosto.com , que disponibiliza informação geral independente e pluralista.

TUDO AO SEU GOSTO

AO SEU GOSTO

Artigos Mais Recentes

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que você concorda com isso, por isso. Aceitar & Fechar

Adblock detectado

Por favor, ajude-nos desativando a extensão AdBlocker de seus navegadores para nosso site.